O legado de Tião Macotta para Ribeirão do Pinhal e o Norte Pioneiro

Tião Macotta

A pequena cidade de Ribeirão do Pinhal, no Norte Pioneiro do Paraná, a exemplo de outras localidades do estado recebeu muitos mineiros que fixaram residência e formaram suas famílias. Mais do que apenas morar e trabalhar em solo paranaense, essas pessoas contribuíram para as sociedades que adotaram para viver. Sebastião José Ribeiro, o Tião Macotta, é um desses exemplos, porque deixou seu legado para Ribeirão do Pinhal e o Norte Pioneiro do Paraná.

Nascido em Poços de Caldas, Minas Gerais, ele chegou ainda jovem à pequena cidade, mais precisamente na década de 50. Morou a vida toda no Bairro Rural de Sertãozinho, onde ajudou muita gente com sua atuação na área espiritual herdando os dons de seus ancestrais. Como era muito comum até alguns anos atrás, Tião Macotta era uma das figuras que o interior sempre conheceu como “benzedor” e chegava a receber quase 500 pessoas por semana em sua casa. Ele fazia questão de atender a todos e tinha uma predileção pelos mais pobres, que viam nele a figura de um “pai espiritual”.

Como ele venceu a diabetes. >>> Leia mais aqui

Ele foi vereador no município por duas legislaturas, a primeira vez entre 1969 e 1972 e a segunda vez entre 1973 e 1976. Na última legislatura, Tião Macotta foi eleito presidente da Câmara de Vereadores de Ribeirão do Pinhal, por ter sido o mais votado na ocasião. Faleceu no dia 28 de agosto de 2003, aos 79 anos.

Durante toda sua vida em Ribeirão do Pinhal, o mineiro que se considerava um pinhalense foi um dos incentivadores da tradição popular da Folia de Reis, que recentemente entrou para o Calendário Oficial de Eventos Turísticos, graças ao governador Ratinho Júnior (PSD) que sancionou uma lei estadual beneficiando diversos municípios paranaenses que oferecem um atrativo turístico ou cultural.

Vereador Willian de Paiva reconhece legado de Tião Macotta ao município

O jovem vereador Willian Antonio de Paiva (PSD), de 29 anos, reconheceu o trabalho que Sebastião José Ribeiro dedicou ao município e por isso incluiu seu nome no Projeto de Lei 005/2019, onde cidadãos pinhalenses serão homenageados com denominações em ruas do Loteamento Laerce de Souza Brito. A Rua I passará a ser denominada de Rua Sebastião José Ribeiro, o popular Tião Macotta. No mesmo projeto, a Rua G passará a ser denominada de Rua Eloisa Soares e a Rua H será denominada de Rua José Félix de Moraes.