Inverno

Leandro, da dupla com Leonardo, morreu em 1998

Numa dessas manhãs frias, a chuva caía fina e congelante. Quando passou um garoto, um desses desamparados que vivem nas ruas. Pés descalços, short rasgado, camiseta fina, todo encharcado e trêmulo, com as mãozinhas cruzadas sobre o peito (gesto muito significativo).

Enquanto caminhava, a água escorrendo sobre os seus pés, cabisbaixo, compenetrado como em uma oração, cantarolava baixinho como se fora uma última chamada de atenção para si:

                  “Pense em mim, chore por mim,

                   Liga pra mim, mas, não liga pra ele…”

Essa criança passou deixando a todos nós, que estávamos bem agasalhados neste inverno, a sua mensagem, o seu pedido de socorro.

O tempo passou, somente hoje, lembrei-me deste fato, ao ver na televisão, alguém na sacada de um hospital, cantando a mesma música. Mas, pareceu-me que cantava diferente. Apontando para o alto, cantava assim:

                   “Ligue pra ELE,

                    E ore por mim,

                    Não, não chore,

                    Pense em mim.

                    Ligue pra ELE, pra ELE,

                    E ore por mim, por mim…”

Há pedidos que o homem possa atender, como, o da criança acima citada. Há outros que só ELE pode!

Sebastião Cardoso é Licenciado em Educação Física, Bacharel em Psicologia, Psicólogo Educacional, Psicólogo Clínico e Psicanalista. Lecionou em todos os níveis de ensino (do Pré-escolar ao Superior). Atualmente dedica-se ao estudo da Logoterapia.