‘Bom Sucesso’ promoverá reflexões sobre a vida em trama com grande potencial

Não é necessário um grande estudo em televisão para entender que lugar ocupa a faixa das sete da Rede Globo no que se refere ao tipo de trama. Equilibrando-se entre a leveza do horário das seis e a realidade do horário das nove, cabe normalmente ao horário a missão de trazer o bom humor entre ações cotidianas, duras ou não, de cada um dos seus personagens, algo que erroneamente é interpretado como “uma missão mais fácil”. Vale lembrar de “Totalmente Demais”, novela mais recente de Rosane Svartman e Paulo Halm para o horário, que além de alcançar bons índices de audiência e uma história com qualidade, teve grandes momentos dramatúrgicos e protagonistas que se conectaram de algum modo ao público.

Nesse quesito, ‘Verão 90’, atual novela no horário, surfa ondas grandes. Aliado ao fator nostalgia estão alguns personagens que caíram totalmente no gosto do público, que nas redes sociais já lamenta a chegada do seu fim, programado para o mês de julho. Embora ‘Verão’ tenha tido seus problemas técnicos desde o início, a novela cumpre a missão de entreter e divertir o público e, por vezes, sugerir reflexões. Reflexões que se tornarão mais presentes na faixa nos próximos meses, a partir da estreia de ‘Bom Sucesso’, nova história de Rosane e Paulo, que traz em sua essência uma fórmula que costuma dar certo.

João Cotta / Globo

No protagonismo está Paloma (Grazi Massafera), costureira batalhadora, moradora do subúrbio do Rio, que cria seus três filhos com muita luta e ainda tem tempo de cultivar sua paixão por literatura. O grande gatilho da trama acontece quando Paloma acredita ter poucos meses de vida, já que tem seus exames médicos trocados com os de Alberto (Antônio Fagundes), milionário dono da editora de livros Prado Monteiro, com quem a costureira desenvolverá uma grande amizade. Alberto também é pai de Nana (Fabiula Nascimento), que administra os negócios da família, e Marcos (Rômulo Estrela), que prefere curtir a vida no litoral longe das desavenças com o pai.

Além da amizade com Alberto, que pode ajuda-lo em seus momentos finais e torna-lo um homem menos rabugento, Paloma cumpre uma espécie de “lista de desejos” quando acredita que não viverá por muito tempo, motivo que a faz se envolver com Marcos, que acaba se apaixonando por ela. A exemplo de sua última novela, quando a dupla de autores fez o Brasil se perguntar se Eliza (Marina Ruy Barbosa) deveria ficar com Jonatas (Felipe Simas) ou Arthur (Fábio Assunção), um triângulo amoroso forte também marcará ‘Bom Sucesso’. Além da nova paixão por Marcos, Paloma também tem que lidar com o retorno de Ramon (David Junior), o primeiro e grande amor de sua vida e pai de sua filha mais velha, que retorna dos Estados Unidos após quase vinte anos lutando pela carreira de jogador de basquete profissional. Promete! ‘Bom Sucesso’ tem direção artística de Luiz Henrique Rios e previsão de estreia para julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *