Famosos

BRita BRazil, a Flora Própolis da ‘Escolinha’ lança seu livro ‘Relatos’ em Santa Catarina

A atriz BRita BRazil, que interpretou a Flora Própolis na “Escolinha do Professor Raimundo” nos anos 90, famosa pelo bordão “Viva a natureza!” estará em Balneário Camboriú e Itajaí, em Santa Catarina, nos dias 28 e 29 de junho, para o lançamento de seu livro “Relatos” (Fontenelle Publicações).

No dia 28 às 10h30 BRita BRazil participará do debate sobre “Os Efeitos Colaterais do Ayahuasca” no SESC Balneário Camboriú (SC). À noite, a escritora estará em Itajaí (SC) no “Senta que lá vem histórias”, com início às 19h00 na Biblioteca Pública. O evento é realizado pela ANACLA (Academia Nacional de Ciências, Letras e Artes), seccional Itajaí, presidida por Cida Zanetti.

Haverá uma abertura musical com Erê Mar e durante o evento a autora estará autografando seu livro e participando do debate.

Carlos Vereza e BRita BRazil (Armando-Millem)

Segundo informações da organizadora Cida Zanetti, antes do evento na biblioteca, a escritora BRita BRazil participará do Programa “O Melhor da Tarde” na TVBE a partir das 13h30 com a apresentadora Rapha Mattar. Logo depois, às 17h00 estará no Programa “Vez e Voz” com Cida Zanetti na Rádio Conceição FM. Logo depois a intérprete de Flora Própolis estará no programa Happy Hour com Lívia Sousa na Rádio Univali.

No dia 29 de junho a intérprete de Flora Própolis retorna à Balneário Camboriú para o lançamento do livro “Relatos” que será realizado às 15h00 no Atlântico Shopping, na Avenida Brasil, 1271.

O livro “Relatos”

O livro “Relatos” da escritora BRita BRazil já foi lançado em São Paulo e no Rio de Janeiro. Agora é a vez de Santa Catarina, onde a autora debaterá os efeitos colaterais do Ayahuasca e apresentará a obra ao público.

Após a perda do filho Rian Brito, em 2016, a autora passou dois anos realizando uma intensa pesquisa e neste período recebeu em torno de 150 relatos, dos quais selecionou 43 para o livro por causa das informações detalhadas sobre os danos causados pelos efeitos colaterais do Ayahuasca, fortalecendo sua campanha de alerta e dando voz às vítimas e familiares que sofreram as consequências da experiência com o chá.

O livro também reúne depoimentos de médicos conceituados, além da opinião técnica do Delegado da Polícia Federal de Brasília, Bruno Fontenele Cabral. A orelha do livro foi assinada pelo ator, roteirista e diretor de cinema, Carlos Vereza, que é um dos apoiadores da campanha de alerta.

Além dos dois livros já publicados – o último “Quem é Rian Brito?” – BRita BRazil publicará mais sete obras até 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *